A Gênese

0

A Gênese, que é a derradeira obra da codificação, principia o surgimento do Espírito


A Gênese
, o último livro que compõe as obras básicas do espiritismo, Allan Kardec aborda várias questões de ordem filosófica e científica, tais como a formação do Universo, a formação dos mundos e sobretudo, o surgimento do Espírito.

Allan Kardec foca nos mecanismos de funcionamento dos milagres como fenômenos naturais, desconhecidos pela ciência. À luz da visão científica da época, A Gênese mostra o processo espiritual e físico da criação da Terra, dos planetas e dos astros que compões o universo.

O escritor procura estudar os milagres como fenômenos naturais cujos mecanismos de funcionamento são desconhecidos pela ciência. Também mostra o processo espiritual e físico da criação da Terra, dos astros e dos planetas que compõem o universo, segundo a visão científica de seu tempo.

Editado em 1868, Allan Kardec aborda a revelação espírita em que:

  • Fala sobre Deus e sua existência;
  • Fala sobre o bem e o mal;
  • Reafirma que no espiritismo não existem mistérios;
  • E que é uma obra resultante de ensino coletivo e simultâneo de muitos espíritos.

Indo além da visão da Astronomia ou da Geografia, Allan Kardec avança em profundas reflexões filosóficas de cada fenômeno.

Na Gênese planetária, o espiritismo entra em sintonia com a ciência, explicitando que deve haver apenas o acréscimo de certos dados de ordem espiritual, na medida em que todos os acontecimentos são planejados, iniciados e guiados no plano extraterreno.

Todos os diretos reservados à FEB – Federação Espírita Brasileira, em conformidade com a lei de direitos autorais.

 

Clique aqui também para baixar a outra obra da codificação “Obras Póstumas”

 

Share.

Leave A Reply